Picos(PI), 18 de Dezembro de 2017
Cidades
Mais de 100 cidades do Piauí registram queda no número de eleitores em 2017
O levantamento foi realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí
Em 06/12/2017 por Jesika Mayara
Tamanho da fonte - +

(Foto: Reprodução)

Um levantamento feito pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) mostra que 102 municípios do Estado registraram queda no número de eleitores no terceiro trimestre deste ano (julho-agosto-setembro). Murici dos Portelas bateu o recorde com -23,63% eleitores, o que representa 1.472 pessoas. As eleições vão acontecer no dia 2 de outubro de 2018, com segundo turno previsto, caso aconteça, no dia 30 de outubro.

A cidade tinha em julho 6.230 votantes, caindo para 4.758 em agosto e fechando setembro com o mesmo número. Outros municípios que registraram queda acima de 20% foram Francisco Ayres (-23,40%), São Pedro do Piauí (-22,88), Cocal dos Alves (-21,75%), Cocal de Telha (-21,18%), Campo Largo do Piauí (-21,11%) e Boqueirão do Piauí (-20,27%).

O resultado impactou negativamente o número de eleitores do Estado, que terminou setembro com -1,51% pessoas aptas a irem às urnas. Em julho, segundo o TRE, o Piauí tinha 2.388.725 eleitores. O número caiu para 2.348.498 em agosto, melhorou em setembro para 2.352.585, mas na variação geral terminou o período com  36.140 eleitores a menos.

Quem quiser votar no ano que vem deve procurar a Justiça Eleitoral até o dia 4 de maio de 2018. O prazo serve também para quem quiser alterar o título de eleitor, transferir o domicílio eleitoral, regularizar a situação ou requerer a transição para Seção Eleitoral Especial (destinada aos eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida).

Cidade Verde

Facebook
Enquete

picos40graus.com.br - 2015 - 2017 - © - Todos os direitos reservados.
Av. Getúlio Vargas, 484 - Apto 202 - 2º Andar
Centro - Picos - Piauí - CEP: 64.600-002
Email: contato@picos40graus.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Picos 40 Graus.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.