Saúde
Saúde de Picos disponibiliza vários atendimentos para cuidar da saúde mental
A porta de entrada dos serviços oferecidos para cuidar da saúde mental são os CAPS
Em 11/01/2020 por Redao

Coordenadora da Saúde Mental, Santyla Brandão (Foto: Ascom)

O primeiro mês do ano é marcado pela campanha Janeiro Branco, que tem como principal objetivo discutir a saúde mental. Com o objetivo de oferecer uma melhor qualidade de vida para pessoas que sofrem transtornos mentais, a Secretaria de Saúde Picos, através da Coordenadoria da Saúde mental disponibiliza vários serviços de atenção psicossocial  no município.

A porta de entrada dos serviços oferecidos para cuidar da saúde mental são os Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e o Centro Integrado Especialidades Médicas –CIEM. 

“ Todo mundo  tem direito a saúde mental  e informação sobre saúde mental, e essas informação podem ajudar as pessoas a terem vidas mais feliz e harmônicas. O janeiro branco é uma campanha em prol de uma construção de um mundo mais saudável. Por isso convidamos as pessoas para cuidar de si, contribuindo para um mundo melhor”, destacou a Coordenadora da Saúde Mental, Santyla Brandão.

Quais os serviços que a saúde mental disponibiliza? 

A rede de atenção psicossocial (RAPS) na cidade de Picos tem como finalidade a ampliação e articulação de pontos de rateação a saúde para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Picos e contemplado com dois serviços especializados em saúde mental : Centro de atenção Psicossocial CAPS II / Centro de atenção psicossocial álcool e outras drogas CAPS Ad II. Serviço de ambulatório de saúde mental no Centro Integrado Especialidades Médicas –CIEM.

Que atendimentos oferecem?

Os CAPS nas suas diferentes modalidades são pontos de atenção estratégicos da RAPS: serviços de saúde de caráter aberto e comunitário constituídos por equipe multiprofissional que atua sob ótica interdisciplinar e realiza prioritariamente atendimento às pessoas com sofrimento ou transtorno mental, incluindo aquelas necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, em sua área territorial, seja em situações de crise ou nos processos de reabilitação psicossocial e são substitutivos ao modelo asilar.  Oferta serviços como: Acolhimento, acolhimento diurno, atendimento individual, atenção as situações de crise, atendimento em grupo, práticas corporais, práticas expressivas e comunicativas, atendimento para a família, atendimento domiciliar, ações de reabilitação psicossocial, fortalecimento do protagonismo de usuários e de familiares, articulação de redes intra e intersetoriais, matriciamento de equipes dos pontos de atenção da atenção básica, urgência e emergência, e dos serviços hospitalares de referência, ações de redução de danos e matriciamento na atenção básica.

Como faz para ser atendido?

Atende demanda espontânea, demanda encaminhada por equipe da atenção básica acompanhado por familiar, regido  dos documentos pessoais. Cópia (RG, CPF, cartão do sus, comprovante de residência atualizado).

Importância da boa saúde mental

A OMS afirma que a saúde mental depende do bem-estar físico e social, lembrando que o conceito de saúde vai além da ausência de doenças. Esse conjunto é fundamental para que, como seres humanos, tenhamos plenas capacidades individuais e coletivas para pensar, nos emocionar, interagir uns com os outros e aproveitar a vida.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo, um transtorno mental frequente que afeta todas as faixas etárias, de qualquer raça, etnia ou classe social. A doença é a principal causa de incapacidade e é pauta de destaque quando se fala em saúde da mente.

Cada pessoa pode buscar meios de cuidar da própria saúde mental, seja fazendo terapia (há serviços gratuitos) ou atividades que proporcionem bem-estar. A elaboração de políticas públicas também é parte importante a fim de promover uma cultura da boa saúde da mente.

 

Ascom Saúde

Facebook

picos40graus.com.br - 2015 - 2020 - © - Todos os direitos reservados.
Av. Getúlio Vargas, 484 - Apto 202 - 2º Andar
Centro - Picos - Piauí - CEP: 64.600-002
Email: contato@picos40graus.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Picos 40 Graus. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.