Picos(PI), 27 de Janeiro de 2021
POLITICA EM PAUTA

Lira nega submissão ao Planalto caso seja eleito presidente da Câmara

Em: 26/01/2021
P40G-IMG-6a8f40defcdc6f3786c.jpg
Foto: Divulgação
Arthur Lira voltou a se esquivar quando questionado sobre os pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Disse que só vai avaliar caso vença a eleição e citou Rodrigo Maia — se, em cinco anos, ele não abriu nenhum é porque não viu motivos. O deputado do PP também disse que é difícil avaliar a gestão de Bolsonaro na pandemia. O deputado ainda confirmou que, na agenda econômica, quer aprovar as reformas administrativa e tributária já no primeiro semestre — além da PEC emergencial que tramita antes no Senado. Na visão de Lira, a reforma administrativa é uma sinalização maior de ajuste nas contas públicas. Enquanto a tributária dará mais trabalho para ser aprovada. O deputado disse que, caso eleito, vai negociar com o presidente eleito do Senado a reinstalação da comissão mista de orçamento. Seria proposta uma espécie de força tarefa no Congresso para aprovar o orçamento da União de 2021. De acordo com a Constituição, deveria ter sido aprovado até o fim do ano passado — mas não houve acordo entre os partidos. (Com informações de Levy Guimarães/Jovem Pan)

STF abre inquérito para apurar conduta de ministro da Saúde

Em: 25/01/2021
P40G-IMG-7ec62465240137c10aa.jpg
Foto: Ilustração
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e abriu hoje (25) um inquérito para apurar a conduta do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em relação ao colapso da saúde pública em Manaus. Na decisão, o ministro disse que o pedido feito pelo Procurador-Geral da República, Augusto  Aras, atende aos requisitos legais e determinou a abertura do inquérito, que deverá ser concluído em 60 dias pela Polícia Federal (PF). “Assim, atendidos os pressupostos constitucionais, legais e regimentais, determino o encaminhamento destes autos à Polícia Federal para a instauração de inquérito, a ser concluído em 60 (sessenta) dias, conforme requerido pelo Procurador-Geral da República, ouvindo-se o ministro de Estado da Saúde”, decidiu. O pedido de inquérito foi feito após representações formuladas por partidos políticos, que relataram omissão do ministro e de seus auxiliares. (ABr)

Após 14 meses sem partido, Bolsonaro deve se filiar ao Patriota

Em: 23/01/2021
P40G-IMG-c48e9e32d5fdbfa79a9.jpg
Foto: Divulgação
Após passar 14 meses sem filiação a nenhum partido, o presidente Jair Bolsonaro deve se filiar ao Patriota. De acordo com o jornalista José Maria Trindade, da Jovem Pan, o presidente descartou outros convites de partidos políticos, como o PL, por não querer carregar as contas dos pecados antigos das legendas. Agora, a expectativa é a de que toda a família Bolsonaro se filie ao partido. Com isso, Carlos Bolsonaro e Flávio Bolsonaro, atualmente filiados ao Republicanos, assim como Eduardo Bolsonaro (PSL), devem acompanhar o pai na mudança partidária. Bolsonaro rompeu com a legenda que o elegeu presidente, o Partido Social Liberal (PSL), em novembro de 2019. O anúncio da saída de Bolsonaro do PSL aconteceu junto com a proposta de criação de um novo partido, o Aliança pelo Brasil. Ao longo de 2020, o presidente defendeu em diversas ocasiões a criação da legenda, que não conseguiu assinaturas necessárias para adquirir a obtenção do registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Até 26 de fevereiro do ano passado, o grupo tinha apenas 3.334 das 492 mil assinaturas necessárias. (Com informações da Jovem Pan)

Bolsonaro cumprimenta Biden e divulga carta enviada ao novo presidente

Em: 20/01/2021
P40G-IMG-6bb1bfc7bdc2f6f25e6.jpg
Foto: Divulgação
O presidente Jair Bolsonaro cumprimentou Joe Biden pela posse como novo presidente dos Estados Unidos (EUA) em publicação postada nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (20). Horas mais cedo, Biden foi empossado no cargo em uma cerimônia ocorrida em Washington, capital norte-americana, tornando-se o 46º presidente do país, sucedendo Donald Trump. "Cumprimento Joe Biden como 46º Presidente dos EUA. A relação Brasil e Estados Unidos é longa, sólida e baseada em valores elevados, como a defesa da democracia e das liberdades individuais. Sigo empenhado e pronto para trabalhar pela prosperidade de nossas nações e o bem-estar de nossos cidadãos", postou Bolsonaro, que também divulgou, na publicação seguinte, uma carta enviada ao novo presidente dos EUA, na qual o líder brasileiro fala em aprofundar as relações entre os países. "É minha convicção que, juntos, temos todas as condições para seguir aprofundando nossos vínculos e agenda de trabalho, em favor da prosperidade e do bem-estar de nossas nações", diz Bolsonaro em um trecho da carta. "Ao desejar a vossa excelência pleno êxito no exercício de seu mandato, pelo que aceite, senhor presidente, os votos de minha mais alta estima e admiração", acrescentou. (ABr)

Arthur Lira critica Dória por palanque em vacinação

Em: 18/01/2021
P40G-IMG-adf2c1bb49a37bd8c42.jpg
Reprodução
Apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, o candidato à presidência da Câmara Arthur Lira (PP-AL) criticou nesta segunda-feira o governador de São Paulo, João Doria, por ter organizado e participado de ato inaugural da vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Em entrevista, Lira cobrou ainda ações efetivas do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, mas evitou criticar a postura de Bolsonaro sobre o tema. Em mais de uma ocasião, o presidente da República atacou a eficácia da vacina. Lira disse que o governador Dória se aproveitou do armazenamento das vacinas do Instituto Butantan para fazer a imagem da primeira vacinação do Brasil, passando à frente de todos os prefeitos e governadores. O deputado disse esperar que não haja "politização" sobre o imunizante, mas se recusou a tratar da contrariedade de Bolsonaro diante da vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac. O presidente disse, no ano passado, que o governo federal não compraria "a vacina chinesa de João Doria". (Com informações do Yahoo! Notícias).

Dólar aproxima-se de R$ 5,20 e fecha no menor nível do ano

Em: 14/01/2021
P40G-IMG-9c5f3f267cc92674d6a.jpg
Gary Cameron/Reuters
Beneficiado pela entrada de fluxos externos, o dólar teve forte queda, aproximando-se de R$ 5,20 e fechando no menor valor do ano. A bolsa de valores recuperou-se da queda de ontem (13) e fechou em alta de 1,27%. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (14) vendido a R$ 5,201, com recuo de R$ 0,101 (-1,9%). A divisa chegou a operar próxima da estabilidade pela manhã, mas acelerou a queda durante a tarde. Na mínima do dia, por volta das 15h30, a cotação chegou a R$ 5,19. Esse foi o terceiro recuo seguido do dólar. Desde segunda-feira, a divisa acumula queda de 5,39%. Após a queda de hoje, a moeda norte-americana acumula valorização de 0,39% em 2021. (Com informações da Agência Brasil)

Eleito e empossado em UTI, morre o prefeito de Goiânia Maguito Vilela

Em: 13/01/2021
P40G-IMG-d7126d8afd00b0878a0.jpg
Maguito Vilela (Foto: Divulgação)
Morreu na madrugada de hoje, dia 13, o prefeito licenciado de Goiânia (GO), Maguito Vilela (MDB), vítima de uma infecção pulmonar. Ele tinha 71 anos e estava internado desde o dia 27 de outubro de 2020, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo (SP), em decorrência de complicações da Covid-19. Maguito foi eleito prefeito da capital de Goiás no segundo turno e empossado no último dia 1º de janeiro por meio de assinatura eletrônica, mesmo internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No mesmo dia a Câmara Municipal aprovou sua licença e empossou o prefeito interino, Rogério Cruz (Republicanos), que agora será efetivado no cargo. O corpo do prefeito será levado hoje para o Goiás, Estado onde construiu sua carreira política, exercendo os cargos de vereador, deputado estadual e federal, vice-governador, governador e senador. O atual governador, Ronaldo Caiado (DEM) decretou luto no Estado por três dias e deve acompanhar o sepultamento de Maguito Vilela em Jataí, cidade natal do prefeito.

Prefeito de Sussuapara integra chapa vitoriosa da APPM

Em: 08/01/2021
P40G-IMG-4a9c4d7ebea845711b1.jpg
Reprodução
O prefeito de Sussuapara, Naerton Moura (Progressistas) integra a chapa vitoriosa do prefeito de Francinópolis, Paulo César Rodrigues de Morais (Progressistas), que no final da tarde de hoje (08), foi eleito presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM). O pleito foi disputado entre Paulo César e o prefeito de Caridade do Piauí, Antoniel de Sousa Silva, o Toninho de Caridade (PSD). Com uma maioria de 12 votos, César será o novo presidente da entidade que representa o municipalismo piauiense. O prefeito Naerton Moura integra a chapa como secretário do Conselho Fiscal e acredita que Paulo César vai pautar sua atuação desenvolvendo um trabalho técnico em atendimento às demandas dos prefeitos do Piauí.
Facebook