Picos(PI), 19 de Junho de 2019
POLITICA EM PAUTA

Produção industrial cresce 0,3% de março para abril

Em: 04/06/2019
P40G-IMG-aa2f0fbf1caea6c4cc1.jpg
Foto: Ilustração
A produção industrial brasileira teve alta de 0,3% na passagem de março para abril deste ano. O crescimento veio depois de uma queda de 1,4% na passagem de fevereiro para março. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada hoje (4). De acordo com a pesquisa, em abril, no entanto, houve quedas nos outros quatro tipos de comparação: -3,9% na comparação com abril de 2018, -0,1% na média móvel trimestral, -2,7% no acumulado do ano e de -1,1% no acumulado de 12 meses. Na passagem de março para abril, houve alta em três das quatro grandes categorias econômicas, com destaque para os bens de consumo duráveis (3,4%). Também tiveram crescimento os bens de capital, isto é, as máquinas e equipamentos (2,9%), e os bens de consumo semi e não duráveis (2,6%). Entre as 26 atividades industriais pesquisadas, 20 tiveram alta na produção, com destaque para veículos automotores. Das seis atividades em queda, o destaque foi para as indústrias extrativas, que recuaram 9,7%. (ABr)

Governo vai acabar com farra de diárias e passagens em conselhos ministeriais

Em: 30/05/2019
P40G-IMG-80103f1bc15ab1125e6.jpg
Foto: Divulgação
O governo decidiu acabar com a farra de diárias e passagens de integrantes de conselhos ministeriais. Somente no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos são quase 400 conselheiros em 12 conselhos, na maioria militantes partidários. Metade dos conselheiros é de representantes de ONGs, “organizações não-governamentais” que não vivem sem dinheiro governamental, até para bancar suas viagens. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder. O governo pretende substituir a farra de viagens por videoconferências, aproveitando as possibilidades oferecidas pela moderna tecnologia. No Conanda, conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, 14 dirigentes de ONGs torram R$ 40 mil por mês com suas idas e vindas. Cada conselheiro de ONG recebe diárias de R$ 321 e mais R$ 95 para deslocamento, além das passagens aéreas de ida e volta para Brasília. Tem de tudo nos 12 conselhos no âmbito do Ministério da Mulher Etc, alguns superpostos e grande parte de utilidade duvidosa.

Maia vai tentar antecipar votação da reforma da Previdência em uma semana

Em: 29/05/2019
P40G-IMG-e81c5d0e51de5e40ce2.jpg
Foto: Divulgação
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou que pretende antecipar em uma semana a votação da reforma da Previdência na Comissão Especial que analisa o tema. O objetivo, segundo ele, é garantir a votação em Plenário ainda neste semestre. A apresentação do parecer do relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), está prevista para 15 de junho. Hoje (29) a Comissão Especial da reforma da Previdência discutiu o sistema de capitalização sugerido no texto da reforma. A equipe econômica do governo federal propõe que o trabalhador passe a contribuir de forma individual para a aposentadoria, semelhante a uma caderneta de poupança. Atualmente, o regime usado na Previdência é o de repartição, onde o trabalhador contribui para o pagamento das aposentadorias de quem já parou de trabalhar. (Com informações do Diário do Poder)

Após manifestações, senadores falam em manter Coaf com Sergio Moro

Em: 27/05/2019
P40G-IMG-8e3ae51c169f9d7a4b2.jpg
Foto: Divulgação
Ainda é incerto no Senado o resultado da votação do projeto de lei de conversão da MP 870, que trata da reforma administrativa do governo federal. O assunto, que é a prioridade do plenário na sessão deliberativa desta terça-feira (28), é também alvo de disputa entre a Câmara e o Senado. O motivo tem a ver com o destino do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Sob o argumento de fortalecer o órgão, o texto original da medida provisória (MP) proposta pelo governo transferia o Coaf do Ministério da Economia para a pasta da Justiça, comandada por Sergio Moro, mas os deputados decidiram que o órgão deve mesmo voltar para o controle do ministro Paulo Guedes, da Economia. Em meio à polêmica instalada sobre o tema, o governo teme que a MP não seja votada até 3 de junho e perca a validade. Na última quinta-feira, durante uma transmissão ao vivo pelo Facebook, o presidente Jair Bolsonaro sinalizou que, para garantir a aprovação da reforma administrativa a tempo, abriria mão do Coaf com Moro. Mas, no Senado, sobretudo após as manifestações populares de ontem (26), a avaliação de um grupo de senadores é de que o Coaf, sob a responsabilidade de Moro, é um anseio dos brasileiros. (ABr)

Everton Araújo participa da primeira visita de Bolsonaro ao Nordeste

Em: 24/05/2019
P40G-IMG-42328cbe9b272efdeeb.jpg
Reprodução
O capitão Everton Araújo, picoense e vice-presidente do PSL no Piauí, esteve em Petrolina (PE) na tarde de hoje (24), participando da primeira visita do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Nordeste após assumir a Presidência da República em janeiro deste ano. Na cidade pernambucana que é banhada pelo rio São Francisco, ao lado de ministros, deputados federais, senadores e do governador Paulo Câmara, o presidente Bolsonaro entregou 472 imóveis em um conjunto habitacional do programa Minha Casa, Minha Vida, que servirão de moradia própria para cerca de 2 mil pessoas. Em seu pronunciamento, Bolsonaro disse que é o presidente de todos os brasileiros e agradeceu o apoio dos nordestinos. Em contato com Bolsonaro, que também é capitão do Exército, Everton revelou que o presidente tem planos audaciosos para o Nordeste, incluindo obras de infraestrutura e ações de cunho social.

CCJ da Câmara aprova texto da Reforma Tributária

Em: 23/05/2019
P40G-IMG-7fe830fef38a481012e.jpg
Foto: Divulgação
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou ontem (22), quanto à admissibilidade, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45/19, que estabelece uma reforma tributária. De autoria do deputado Baleia Rossi (MDB-SP), a proposta acaba com três tributos federais – IPI, PIS e Cofins. Extingue também o ICMS, que é estadual, e o ISS, municipal. Todos eles incidem sobre o consumo. No lugar, é criado o IBS - Imposto sobre Operações com Bens e Serviços, de competência de municípios, estados e União, além de um outro imposto, sobre bens e serviços específicos, esse de competência apenas federal. O tempo de transição previsto é de dez anos. O deputado João Roma (PRB-BA), apresentou na semana passada parecer recomendando a aprovação da proposta na CCJ. A votação da admissibilidade na CCJ contou com o apoio de quase todos os partidos. A exceção foi o Psol, que tentou obstruir a votação. (Com informações da Agência Câmara)

Governo lança campanha publicitária pela reforma da Previdência

Em: 21/05/2019
P40G-IMG-7662fef45facb383885.jpg
Foto: Presidência da República
O presidente Jair Bolsonaro lançou a campanha publicitária em defesa da reforma da Previdência. Com o slogan Nova Previdência. Pode perguntar, as peças trazem pessoas comuns fazendo perguntas sobre a proposta em tramitação no Congresso. A campanha, que será veiculada em jornais, emissoras de rádio e televisão, internet, mídias sociais, mídia exterior e painéis de aeroportos, rodoviárias e estações de metrô, foi formulada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) e executada pela agência Artplan. Segundo a própria Secom, serão investidos um total de R$ 37 milhões nas inserções publicitárias, que vão ao ar a partir desta segunda até meados de julho. Em seu discurso, Bolsonaro fez um aceno ao Congresso Nacional, lembrando que cinco dos seus ministros são oriundos do Parlamento e que ele valoriza o Poder Legislativo, que dará a palavra final sobre a matéria. (ABr)

Condenação de Lula no caso do sítio chega à segunda instância

Em: 17/05/2019
P40G-IMG-5258819f4c059da2535.jpg
Foto: Divulgação
A condenação do ex-presidente Lula no caso do sítio de Atibaia, em São Paulo, chegou na última quarta-feira (15) ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), segunda instância da Justiça Federal de Curitiba. No entanto, ainda não há previsão para quando ocorrerá o julgamento. Em fevereiro deste ano, Lula foi condenado em primeira instância na ação pela então juíza substituta da 13ª Vara Federal de Curitiba, Gabriela Hardt. O ex-presidente, que está preso desde abril do ano passado por outra condenação, recebeu uma pena de 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Com a chegada da sentença no tribunal, o relator do caso, João Pedro Gebran Neto, deve abrir prazo para que os réus se manifestem. Depois dessa etapa, é a vez do Ministério Público Federal (MPF), autor da denúncia, se manifestar. Após analisar a prova e ouvir as manifestações da parte, o relator prepara o seu voto, para só então ocorrer o julgamento na 8ª Turma. (Com informações do Diário do Poder)
Facebook