Picos(PI), 19 de Janeiro de 2022

Matéria / Polícia

Suspeito de matar Beatriz Mota, em Petrolina, é identificado e confessa o crime

12/01/2022 - Redação

Imprimir matéria
P40G-IMG-12cda8c0e851f9c364.jpeg (Foto: Reprodução)
P40G-IMG-12cda8c0e851f9c364.jpeg (Foto: Reprodução)

O suspeito de assassinar a pequena Beatriz,na cidade de Petrolina no ano de 2015, foi identificado. Ele é Marcelo da Silva, de 40 anos de idade, que já está preso pelo cometimento de outros crimes.

Segundo o laudo pericial, o DNA encontrado na faca usada na noite do crime, é de Marcelo. Ele foi ouvido por delegados nesta terça (11), confessou o crime e foi indiciado.

O crime brutal que tirou a vida de Beatriz Angélica Mota, quando ela tinha apenas 7 anos, aconteceu em 10 de dezembro de 2015, quando ela participava da formatura da irmã, no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora.

A menina saiu do lado dos pais para beber água e desapareceu. Seu corpo foi encontrado em um depósito de material esportivo desativado, perto da quadra onde acontecia a solenidade.

O crime que chocou a cidade pernambucana passou por um longo processo. Durante esses 6 anos, foram realizadas sete perícias, e o inquérito acumulou 24 volumes, 442 depoimentos e 900 horas de imagens analisadas.

Os detalhes da operação serão apresentados nesta quarta-feira (12), às 9h, na sede da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE), no bairro de Santo Amaro, Centro do Recife.

A secretaria de Defesa Social vai apontar as provas técnicas do caso.

 

Da redação, com informações do G1 e Blog do Jamildo

Facebook