Picos(PI), 15 de Setembro de 2019

Matéria / Geral

Familiares e amigos enterram corpo de médico morto em colisão

Tovar era natural d Simplício Mendes e foi sepultado em Teresina

11/09/2019 - Redação

Imprimir matéria
P40G-IMG-d812f01e2797fe4305.jpg (Foto: Reprodução)
P40G-IMG-d812f01e2797fe4305.jpg (Foto: Reprodução)

Familiares e amigos enterram na tarde desta terça-feira (10) o corpo do médico otorrinolaringologista Tovar Vicente da Luz, 36 anos, que morreu vítima de uma colisão entre carro e caminhão na BR-343, em Teresina. O acidente aconteceu por volta das 6h25, quando os dois veículos colidiram de frente.

Emocionado, o pai do médico discursou durante cerimônia no cemitério na Zona Sudeste de Teresina. Ele destacou o quanto o filho era querido pelos amigos e uma pessoa boa.

“Estou triste, por nesse momento estou na inversão de papéis, porque a ordem natural da vida é os filhos enterrarem os pais. Meu filho era uma pessoa boa, todos que conheciam ele, sabiam disso. Meu filho era um menino de Deus”, disse o pai.

Veículo do médico ficou completamente destruído no acidente, em Teresina.   — Foto: Magno Bonfim/TV Clube
Veículo do médico ficou completamente destruído no acidente, em Teresina. — Foto: Magno Bonfim/TV Clube

Tovar Vicente da Luz estava casado há um ano e três meses, e segundo a família, planejava ter um filho em 2020. De acordo com a avó da esposa da vítima, Dalva de Castro, o médico era uma pessoa caseira e só gostava de sair com os familiares.

“É como ele fosse um filho pra mim, a gente nem acredita no que aconteceu. Semana passada, perguntei se eles não teriam filhos e o Tovar me respondeu que próximo ano eu ganharia o meu bisneto. Ele não gostava de restaurante, a alegria dele era ir lá em casa. Era um bom médico, querido por todos”, contou Dalva de Castro.

O médico Tovar Vicente da Luz era natural de Simplício Mendes, mas se formou e fez mestrado em otorrinolaringologia em São Paulo.

Caminhoneiro disse que não conseguiu desviar
Caminhão carregado tombou na BR-343, em Teresina — Foto: Magno Bonfim/TV Clube
Caminhão carregado tombou na BR-343, em Teresina — Foto: Magno Bonfim/TV Clube

Em entrevista à TV Clube cerca de uma hora depois do acidente, o motorista do caminhão disse que não teve oportunidade de desviar do automóvel.

“Foi muito rápido, eu não consegui ver nada. Ele veio no sentido contrário e me pegou na ‘minha mão’, ele estava na contramão. Eu só vi que ele estava vindo e nem posso dizer que tentei fazer algo, porque foi muito rápido mesmo”, disse.

A PRF informou que ainda não pode afirmar o que causou o acidente. Uma perícia será realizada para determinar as causas.

Fonte: G1

Facebook