Picos(PI), 17 de Janeiro de 2020

Matéria / Esporte

Flamengo confirma desejo de negociar Renê e estipula preço para concretizar venda

O time trabalha saída de Renê e já tem 2 possíveis substitutos para a esquerda

26/12/2019 - Redação

Imprimir matéria
P40G-IMG-19fc7d463b35e64295.jpg (Foto: Reprodução)
P40G-IMG-19fc7d463b35e64295.jpg (Foto: Reprodução)

Após o vice-camponato no Mundial de Clubes da Fifa, o elenco do Flamengo entrou de férias merecidas após uma temporada mágica, com três títulos. Após a conquista do Campeonato Carioca no primeiro semestre, o Mengão subiu de patamar ao levar o bicampeonato da Libertadores e o hepta brasileiro, ambos sob comando de Jorge Jesus. Para 2020, o português permanece no Ninho do Urubu, pelo menos, até maio e já cobra por reforços, principalmente nas posições mais vulneráveis do seu plantel. 


Antes do Natal, a diretoria rubro-negra anunciou a chegada do atacante Pedro Rocha, que pertence ao Spartak Moscou-RUS, mas atuou emprestado pelo Cruzeiro em 2019. O próximo deve ser Gustavo Henrique, que terá seu vínculo no Santos encerrado ao fim de janeiro e desembarcará no Rio de Janeiro sem custos adicionais. Para a lateral, também há pressa. Na direita, o colombiano Orejuela, emprestado pelo Ajax-HOL à Raposa, interessa, enquanto que, do lado oposto, a procura deverá ser acelerada nas próximas semanas. 

Reportagem do site Torcedores.com desta quarta-feira (25) informa que o Flamengo "deseja negociar Renê, que já foi informado pela diretoria que não faz parte dos planos de Jesus em 2020", apurou o jornalista Wilson Pimentel. Com isso, "seus representantes estão agindo para que o lateral seja negociado no início do ano que vem. A prioridade dos agentes é tentar o atleta com clubes da Europa", completou a matéria. 


De acordo com a reportagem, o vice-presidente Marcos Braz aceita negociar o camisa 6 por R$ 20 milhões. Clubes da França, Rússia e Ucrânia devem fazer uma oferta pelo jogador, que tem contrato na Gávea até dezembro de 2020. Renê é atualmente reserva de Filipe Luís, porém é visto como um jogador regular tanto defensiva como ofensivamente. Quando o titular mais badalado não pôde atuar, o ala de 27 anos não deixou a desejar. 

Em quase três temporadas pelo Flamengo, foi bicampeão carioca (2017 e 2019), além de campeão das taças mais importantes do clube nessa temporada. No ano passado, foi eleito o melhor lateral-esquerdo do Brasileirão pela CBF. Para repor uma possível saída do camisa 6, Braz já tem Ayrton Lucas, ex-Fluminense, no radar. O jovem de 22 anos defende atualmente o Spartak e foi oferecido ao Rubro-Negro Carioca. O vice do Fla ainda não respondeu ao empresário Carlos Leite. Outro nome estudado pela diretoria é Reinaldo, do São Paulo, mas a tendência é que o nome seja definido após uma venda confirmada de Renê. 

 

Fonte: BolaVip

Facebook