Picos(PI), 20 de Setembro de 2020

Matéria / Geral

Ruas de acesso à rodoviária de Picos estão intrafegáveis e coordenador do terminal acusa prefeitura de descaso

A administração do local esclarece que a responsabilidade das ruas do entorno da rodoviária do município é de responsabilidade da Prefeitura

23/01/2020 - Redação

Imprimir matéria
P40G-IMG-904b736cced360624f.jpg (Foto: Grande Picos)
P40G-IMG-904b736cced360624f.jpg (Foto: Grande Picos)

Após receber constantes reclamações por causa da lama e, consequentemente, a intrafegabilidade dos ônibus e veículos que transitam pelo Terminal Rodoviário Zuza Baldoíno, em Picos, a administração do local esclarece que a responsabilidade das ruas do entorno da rodoviária do município é de responsabilidade da Prefeitura de Picos.

De acordo com o coordenador do terminal, Francisco de Assis Portela, o Sizinho Portela, o acesso à rodoviária é de responsabilidade da gestão pública municipal. Ele conta que tem recebido muitas reclamações de representantes das empresas de ônibus e também dos usuários.

“A situação do terminal rodoviário de Picos, do acesso em particular, nós sabemos que em tempo chuvoso é muita lama, e aprofunda cada vez mais os buracos e em período de seca, é aquela poeira. Nós sabemos que toda responsabilidade do acesso ao terminal rodoviário de Picos é exclusivamente do município. São as ruas 222, Rua Projetada 224 e a Rua Projetada 225. E com essas chuvas grossas que deram agora, se agravou mais a buraqueira, com o peso dos ônibus, das carretas do empresário Sizô, passando para o depósito dele, e aprofundou mais a situação.

Sizinho disse que chegou a pedir ajuda à prefeitura para que fizesse um trabalho, mesmo que paliativo, e a Secretaria de Obras chegou até a enviar trabalhadores para colocarem aterro e pó de brita para amenizar a lama, mas que os funcionários pararam o trabalho sem concluí-lo e não retornaram mais.

“Eu procurei o secretário de Obras, o Filomeno Portela, ele me prometeu que periodicamente, ele iria resolver o problema. Dia seguinte ele me mandou uma caçamba e uma enchedora e colocaram uma carrada de pó de brita. Resolveu uma pequena parcela, de dez metros, ficou de terminar o serviço e ninguém apareceu mais e lá continua na mesma situação. Eu venho tentando localizar ele [o secretário de Obras], para saber quando vão terminar o serviço, mas não consegui falar com ele.  A situação está caótica, os ônibus estão quebrando, estão atolando e infelizmente a gente não pode fazer nada em um órgão público. Nossa esperança é o prefeito [Walmir Lima], é o secretário de Obras, se sensibilizarem com a situação que se encontra o terminal rodoviário de Picos”, contou.

 

Fonte: Grande Picos

Facebook