Picos(PI), 03 de Abril de 2020

Matéria / Polícia

 Pandemia dificulta investigação de homicídio em Picos

O crime foi registrado na madrugada desta segunda-feira, 23

23/03/2020 - Redação

Imprimir matéria
P40G-IMG-b39508e627e8664176.jpg Agente Lennon Luz, relações públicas da Delegacia Regional de Picos (Foto: Paula Monize)
P40G-IMG-b39508e627e8664176.jpg Agente Lennon Luz, relações públicas da Delegacia Regional de Picos (Foto: Paula Monize)

As investigações do sexto homicídio registrado em Picos, já tiveram início. Com a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), para que a população permaneça em casa, fez com que a Polícia Civil não tenha conseguido localizar nenhuma testemunha do crime.

A execução aconteceu por volta das 00h40, desta segunda-feira, 23, e teve como vítima Edson Marcos de Sousa, conhecido pela alcunha de “Nego Filu”. O mesmo aconteceu no bairro Parque e Exposição.

E acordo com o relações públicas da Delegacia Regional de Picos, Lennon Luz, segundo o trabalho da perícia, a vítima estaria em uma esquina no momento do crime.

“Não sabemos ainda como o executor chegou ao local, pois até o presente momento não forma localizadas testemunhas. O que sabemos é que o mesmo e aproximou da vítima, uma vez que o primeiro disparo atingiu sua mão, pois a mesma estava queimada com o disparo, o que indica lesão de defesa. Possivelmente o segundo disparo atingiu o seu ombro e o terceiro a sua cabeça”, disse o relações públicas.

Lennon afirmou que a falta de testemunhas ocorreu devido a quarentena imposta pelas autoridades sanitárias e o local estava ermo.

“A autoridade policial foi até o local assim como a polícia científica, com o objetivo de colher informações do caso. Estamos em campo e não temos cessado, para que possamos elucidar esses crimes, que estão ocorrendo em sequência”, ressaltou Lennon.

 

Facebook