Picos(PI), 30 de Maio de 2020

Matéria / Cidades

Prefeito prorroga ações de prevenção ao Coronavírus em Sussuapara

Por meio de novo decreto, Pé Trocado mantém até o dia 30 de abril a suspensão das aulas da rede municipal, além de outras medidas restritivas

31/03/2020 - Redação

Imprimir matéria
P40G-IMG-af32fc8631ea1addd6.jpg Prefeito Edvardo Rocha, de Sussuapara (Foto: Ascom)
P40G-IMG-af32fc8631ea1addd6.jpg Prefeito Edvardo Rocha, de Sussuapara (Foto: Ascom)

 

Por João Paulo Leal – Da Redação (Home Office)

O prefeito de Sussuapara, Edvardo Antônio da Rocha (Progressistas), assinou nesta terça-feira, dia 31, um novo decreto reforçando o isolamento social e a suspensão de determinadas atividades no município. O documento prorroga até o dia 30 de abril, dentre outras medidas, a suspensão das aulas da rede municipal de ensino, como foi determinado em decreto anterior, datado do dia 17 deste mês.

As medidas têm por finalidade prevenir a proliferação do Coronavírus (Covid19) no território sussuaparense. “Diante dessa pandemia, a Prefeitura vem empreendendo uma série de ações para evitar a proliferação do vírus. As medidas têm caráter preventivo, visto que, até o momento, não há casos confirmados ou suspeitos no município. Todas as situações vêm sendo acompanhadas pela Secretaria Municipal de Saúde, seguindo é claro protocolos e orientações do Ministério da Saúde e da OMS” – explicou o prefeito Edvardo Rocha.

Os decretos assinados pelo prefeito de Sussuapara também estão em consonância com as ações de enfretamento implementadas pelo Governo do Estado. Dentre as medidas adotadas em Sussuapara e prorrogadas até o dia 30 de abril estão: suspensão de eventos culturais, esportivos, reuniões e outras iniciativas que propiciem a aglomeração de pessoas; suspensão das atividades em bares, clubes, casas de shows, academias, entre outras.

O prefeito Pé Trocado, como também é conhecido, disse ainda que vem mantendo contato frequente, por telefone e redes sociais, com todo o seu secretariado e assessores diretos, no sentido de monitorar as ações e serviços públicos considerados essenciais à coletividade do município.

Facebook