Picos(PI), 17 de Novembro de 2018

Matéria / Cidades

Jovem de 23 anos morre após tomar remédios para emagrecer

Luana estava tomando o medicamento há alguns dias

05/11/2018 - Jesika Mayara

Imprimir matéria
P40G-IMG-69787c14cca82758d7.jpg (Foto: Reprodução)
P40G-IMG-69787c14cca82758d7.jpg (Foto: Reprodução)

Uma jovem de 23 anos da cidade de São João da Varjota morreu na noite deste domingo, 04, após passar mal em sua cidade e ser conduzida a Unidade de Pronto Atendimento de Oeiras.

Luana Raquel Eufrásio, estudante de administração, na cidade de Picos, chegou a UPA em estado grave sendo imediatamente atendida por toda equipe médica. Ele teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Segundo informações de familiares a amigos que estavam na UPA, Luana, há alguns dias vinha fazendo uso do medicamento Redufite, usado para emagrecer e que foi comprado pela internet.

O corpo de Luana foi levado para a cidade de São João da Varjota onde será velado durante a noite, e  na manhã desta segunda, retorna para Oeiras,  onde será velado na Avenida Petrônio Portela  e em seguida sepultado.

Riscos de tomar remédio para emagrecer

A automedicação é um hábito comum entre os brasileiros e apresenta diversos riscos à saúde, desde efeitos colaterais leves a consequências irreversíveis para o organismo. Quando a automedicação é feita com remédio para emagrecer, o risco de o paciente ter problemas graves triplica, já que a perda de peso inconsequente prejudica o corpo como um todo. 

De modo geral, as pessoas que estão em busca desse tipo de remédio desejam um emagrecimento rápido e fácil, diferente de quem quer emagrecer de forma saudável, com dieta, plano alimentar e atividades físicas.

Os medicamentos podem ajudar?

Os medicamentos para emagrecer só podem ajudar se for por indicação médica para o tratamento, caso contrário, eles podem prejudicar extremamente o corpo.

Se funcionou para algum amigo, primo, vizinho, não quer dizer que vá funcionar no seu organismo. Por isso, é importante ter atenção e não ingerir nenhum tipo de medicamento sem o acompanhamento médico.

Cada pessoa reage de uma forma aos tratamentos, dietas e até mesmo às atividades físicas. Desta forma, é prudente nunca fazer nada por indicação de terceiros. Se você deseja modificar o seu peso, procure um acompanhamento nutricional. 

A ingestão de medicamentos para emagrecer traz riscos?

O emagrecimento só é válido se for saudável, caso contrário você estará somente prejudicando o seu organismo e, muitas vezes, perdendo energias e proteínas necessárias ao corpo.

Quando o uso de medicações é feito sem o acompanhamento profissional, esse emagrecimento é descontrolado, o que dificulta saber o que você está perdendo e o quanto isso está prejudicando a sua saúde.

Além disso, existem outros riscos como:

- Desenvolvimento de intolerância: quando você desenvolve intolerância por alguma medicação o corpo reage de diversas maneiras, o que pode aumentar o risco de crises alérgicas ou de fazer com que o remédio perca o efeito inicial.
- Dependência: grande parte desses remédios são controlados e, quando ingeridos sem orientação e de forma desregrada, podem causar dependência química e psicológica.
- Efeitos colaterais persistentes: dor de cabeça, diarreia, aumento da pressão arterial, irritabilidade, prisão de ventre, dor abdominal e náuseas são alguns dos efeitos colaterais comuns que podem aumentar o risco do desenvolvimento de doenças.
- Complacência: os pacientes acabam acreditando que somente o remédio é necessário para o emagrecimento, deixando de lado a alimentação saudável e a prática de atividades físicas, o que aumenta o risco de doenças e facilita o aparecimento de diversos efeitos colaterais.

 

Fonte: Mural da Vila

Facebook